O vereador Albino (PL) foi reeleito como o candidato mais votado em Jundiaí (SP), com mais de 7 mil votos, no domingo (15). Carlos Antonio Albino tem 55 anos, é ex-policial civil e declarou R$ 2.836.878,83 em bens no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).




Em 2016, o candidato foi eleito ao cargo de vereador com 2.345 votos, o que representa 1,16% do total. Já neste ano, o número foi ainda maior, com 7.345 votos, sendo 3,76%.

Em entrevista ao G1, Albino comemorou o resultado e contou que se sente muito grato.

“O povo reconheceu nosso trabalho. Isso é o que ficou marcado pra gente. Agora, vamos tentar melhorar em todas as áreas e temos que acompanhar mais o poder Executivo e ver as prioridades”, explica.
Ainda segundo Albino, ainda há muita coisa que precisa ser feita na próxima gestão. “Principalmente na área de trabalho, eu acho que a gente tem que investir na geração de emprego. Jundiaí é um polo logístico e industrial, mas o pequeno comerciante é também quem o Brasil.”




No ano passado, o vereador se envolveu em uma polêmica sobre racismo. Ele denunciou em um grupo de moradores no WhatsApp que um adolescente negro estava em atitude suspeita no bairro. O rapaz era Gabriel Souza, que estava tirando fotos no bairro como parte de um curso de fotografia.

Ao mandar imagens de Gabriel no bairro, o vereador ressaltou que ele era suspeito. Um áudio atribuído ao parlamentar reforçava o pedido de alerta.

O caso foi registrado na delegacia e foi parar na Justiça. Na época, o parlamentar alegou que foi um fato isolado e que considerava injustiça a acusação.




Fonte: G1.