O homem que foi preso por matar a ex-namorada de 45 anos e esconder o corpo no quarto da casa dele, em Itatiba (SP), foi encontrado morto na cela, nesta quarta-feira (28), no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí, segundo o boletim de ocorrência.




Em abril deste ano, Adilson Tambarin, de 50 anos, confessou o crime e foi preso. De acordo com o boletim de ocorrência, a filha da vítima afirmou que a mãe, Margarete Nunes, teria ido até a casa do ex em uma bicicleta para pegar dinheiro e retornou.

A família tentou contato com a vítima por telefone, mas não conseguiu. Na ocasião, eles conseguiram contato com Adilson, que alegou inicialmente que Margarete teria recebido o dinheiro e ido embora.




Um dos parentes da vítima foi até a casa de Adilson e percebeu que ele estava nervoso e dizendo que “havia feito besteira” e que “ela também teria culpa”.

A família da vítima chegou a registrar um boletim de ocorrência por desaparecimento. No entanto, os policiais foram até a casa do ex-namorado da vítima, que confessou o crime.




Policiais encontraram o corpo da mulher em um quarto e a bicicleta escondida perto do banheiro. No cômodo também tinha um travesseiro com marcas de sangue.

Fonte: G1.