O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (9) o avanço da Regional de Campinas, o que incluí Jundiaí e o Aglomerado Urbano. A Grande São Paulo e as regiões de Taubaté, Piracicaba, Sorocaba e toda a Baixada Santista também passaram à fase menos restritiva de flexibilização. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.




A região de Barretos, que estava na fase amarela, foi a única a regredir, e voltou à laranja. O governo também anunciou nesta sexta que as regiões que permanecem na fase amarela vão poder estender de 8h para 10 horas o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, incluindo comércios de rua, shoppings, academias e prestadores de serviços. Na fase verde, o horário de funcionamento dos estabelecimentos pode ser de 12 horas.




No caso da capital paulista, o prefeito Bruno Covas (PSDB) determinou que a abertura dos setores da cultura só ocorreria quando a cidade estivesse na fase verde. Então, agora estão liberados o funcionamento de teatros e cinemas, por exemplo. Pelas regras da capital, também serão liberados eventos para até 600 pessoas como convenções, seminários, palestras e feiras. Festas, no entanto, continuam temporariamente proibidas.