A quarta-feira (30), foi o dia mais quente do ano em Jundiaí e também o dia mais quente dos últimos 3 anos, desde que a Defesa Civil iniciou o monitoramento das temperaturas, em 2018. A máxima registrada no dia de ontem, atingiu os 38ºC às 15 horas e às 16h foi atingida a URA – Umidade Relativa do ar mais baixa, chegando aos 16%.




Entre os dias 24 e 30, a URA mínima permaneceu por 4 dias entre 30% – 21% (Atenção), em 2 dias ficou entre 20% – 12% (Alerta), e em 1 dia superior a 30% (Observação).

Previsão meteorológica para outubro e novembro

Segundo informado pela equipe de meteorologia da Defesa Civil Estadual, os atuais modelos meteorológicos estão indicando apenas uma queda mais significativa de temperatura no início do mês de outubro de 2020, neste próximo fim de semana, quando uma nova frente fria avançará pelo Estado de São Paulo, porém depois disso, as condições mais típicas mais próximas do verão já vão começar a predominar na região de Jundiaí-SP.




No mês de outubro de 2020, teremos a passagem de algumas frentes frias que começam a ganhar destaque entre a primeira quinzena e segunda quinzena do mês. O primeiro episódio de chuva, tenderá a ter uma característica um pouco mais de pancadas de chuva, seguidas por descargas elétricas e rajadas de vento. No final do mês é que as condições para chuva mais constante e volumosa tende a ocorrer.

Já para o mês de novembro de 2020, os episódios de chuva começam a ser um pouco mais constantes e se assemelharem ainda mais com as características típicas do verão, ou seja, precipitações mais concentradas no período vespertino, seguidas por raios e vento. Um episódio de destaque é o do período entre a primeira quinzena e segunda quinzena do mês, onde a chuva tende a vir forte, com acumulados elevados além dos raios e vento.




Recomendações para os dias de altas temperaturas e baixa URA
1. Hidrate-se!
2. Prefira ambientes arejados, evitando aglomerações;
3. Não faça exercícios físicos em horários com maior incidência de radiação ultravioleta do sol;
4. Preste atenção a idosos, crianças, doentes crônicos e grávidas, que tendem a ficar desidratados mais rapidamente;
5. Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água;
Aplicar soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento.




Queimadas

A população pode denunciar queimadas irregulares através do aplicativo da Prefeitura de Jundiaí, inclusive com o envio de fotos e geolocalização. Também é possível denunciar por telefone, via 156. As denúncias que forem enviadas pelos munícipes, seja pelo app ou por telefone, serão direcionadas ao Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura para fiscalização e eventual autuação segundo a Lei Municipal nº 8.858, de 07 de novembro de 2017. Em caso de queimadas acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.




Fonte: Defesa Civil de Jundiaí