MATÉRIA G1 – Um morador de Auriflama (SP) reivindicou os R$ 36 mil que foram encontrados no fundo falso de um cofre doado à Associação de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba (Acrepom).




“O dono ainda não foi localizado, mas apareceu uma pessoa dizendo que viu reportagens e que o cofre possivelmente é dela. Ela foi vítima de um roubo registrado em 2018”, afirmou ao G1 o delegado responsável pelo caso, Abelardo Gomes.

O cofre, que estava danificado e com a porta arrombada, foi descartado pela Polícia Civil e entregue para virar sucata depois de ficar por dois anos na delegacia. O dinheiro foi encontrado pelo catador Manoel de Sá, de 63 anos. Catador de recicláveis do interior de São Paulo dá exemplo de honestidade.