MATÉRIA G1 – Após encontrar o meteorito mais cobiçado de Santa Filomena, cidade do sertão de Pernambuco onde ocorreu uma chuva de meteorito no dia 19 de agosto, o dono do mineral de 38,2 kg conta estar com medo de ser roubado. Além da relevância científica, a pedra pode valer até R$1 milhão e atraiu olhares de caçadores estrangeiros.




“A gente acha uma pedra dessa e o pessoal já pensa que a gente virou milionário. Não é bem assim. A gente está muito tenso”, disse o morador que encontrou o meteorito.

O homem, que não quer se identificar nem mesmo para os vizinhos, conta que tudo começou no dia 28 de agosto. Na data, um representante da família levou a pedra até o posto de combustível da cidade, local que virou ponto de comércio dos minerais, para mostrá-la aos pesquisadores.




Na ocasião, além de curiosos e moradores quererem tirar fotos com a pedra, os caçadores de meteoritos fizeram lances em dinheiro pelo mineral. A repercussão foi tamanha que acabou com o sossego da família.

Segundo os locais, as pedras mais bonitas – cerca de 200 fragmentos choveram em Santa Filomena – foram comercializadas com os caçadores por até R$ 40 o grama, o que faria do meteorito de quase 40 kg ter um valor milionário.




“Teve proposta, mas foi de gente querendo se aproveitar e isso não nos interessa. Não temos pressa em negociar a pedra de forma alguma. A gente não deu preço a essa pedra. Não tivemos negociação com ninguém”, enfatizou a esposa do morador.