MATÉRIA G1 – Uma dona de casa de Jundiaí (SP) foi seduzida por um golpista virtual e perdeu R$ 48,5 mil ao depositar dinheiro em um suposto relacionamento à distância com um homem que conheceu pela internet. O caso é investigado pela Polícia Civil.




Segundo o boletim de ocorrência, a vítima contou que um homem a adicionou em uma rede social e os dois passaram a ter uma “conversa amigável”. O criminoso envolveu a vítima em mentiras e os dois começaram um suposto relacionamento à distância.

O golpista afirmou que morava nos Estados Unidos até que no dia 5 de agosto disse que havia comprado um suposto carro e que enviaria de avião de presente para a dona de casa.




No dia seguinte, uma mulher entrou em contato com a vítima dizendo que para liberação o veículo ela teria pagar um valor de R$ 7.500. Ela fez o pagamento e novamente a suposta cobradora ligou e explicou que deveria ser depositado o valor de R$ 41 mil, porque o dinheiro anterior tinha sido pago em reais e não em dólares.

Dias depois, sob ameaças, ela depositou o dinheiro com medo de retaliação. Contudo, os criminosos pediram mais R$ 250 mil para a liberação do veículo com uma maleta com dólares e outro não declarados. O restante pedido não foi depositado. O caso segue sob investigação do 6º Distrito Policial de Jundiaí.




Caçadoras de golpistas

Em janeiro, o Fantástico mostrou o aumento de golpes que envolvem romances, contas falsas em redes sociais e fotos roubadas na web de soldados americanos, empresários, políticos e até de ex-atriz de filmes pornográficos.

A grande quantidade de vítimas fez uma força-tarefa de cerca de 200 pessoas espalhadas pelo país combater o crime com as “caçadoras de golpistas” de criminosos virtuais.




Caçadoras de golpistas: mulheres desmascaram criminosos que prometem romance na web