MATÉRIA G1 – Dois homens foram presos suspeitos de assaltarem uma empresa de segurança privada, em Cabreúva (SP), no sábado (29). Um dos presos era funcionário da empresa. De acordo com a PM, uma equipe foi acionada para atender a ocorrência de roubo na empresa e foi avisada do roubo de uma pistola .380, três carregadores, 14 munições que estavam no cofre da empresa por um funcionário.




No local, o funcionário da empresa de segurança relatou aos policiais e guardas municipais sobre o suspeito que teria invadido o local. Contudo, ao serem comparadas com imagens da câmera de monitoramento de rua, as características eram divergentes.

Contudo, os policiais perceberam que o funcionário se desesperou com a chegada de uma mensagem no celular, que visualizou e a apagou em seguida. Após entregar o aparelho desbloqueado à equipe, chegou uma nova mensagem e, então, o funcionário confessou que havia combinado com o amigo o roubo da arma do chefe.




Ainda de acordo com a PM, o funcionário ainda admitiu que mordeu os próprios lábios e simulou socos contra si para dar veracidade a ocorrência. Ele indicou o endereço da casa do amigo, onde estavam os itens roubados. Os policiais foram até o imóvel e encontraram uma mochila com duas armas, sendo uma delas a roubada e outro revólver calibre 38 de numeração raspada e carregada.