MATÉRIA G1 – A Polícia Militar informou que encontrou mais um corpo no Centro de São Paulo na manhã deste sábado (22). É o segundo óbito registrado após a madrugada fria que atingiu a cidade. Mais cedo, as autoridades encontraram uma mulher morta em uma barraca na Praça da Sé.




Nos dois casos, a suspeita é de que as mortes tenham ocorrido por conta do frio intenso que atingiu a capital. A cidade de São Paulo registrou o dia mais frio do ano neste sábado com temperatura de 8,2ºC.

Segundo a PM, um homem de 39 anos foi encontrado morto na altura do número 38 da Rua 25 de Março, próximo a um viaduto, por volta das 9h45. Amigos pediram ajuda a uma enfermeira, que chamou a polícia. Os policiais constataram o óbito.

A Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP) afirmou que os dois casos foram registrados como morte suspeita pelo 8º DP (Brás), e encaminhados ao 1º DP (Sé), área dos fatos.




“A autoridade policial solicitou exame necroscópico para identificar as causas da morte. Até o momento, não há outros registros com as mesmas características”, disse a SSP, em nota.

Recorde

A cidade de São Paulo registrou a temperatura mais baixa no ano na manhã deste sábado. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros registraram 8,2ºC na estação meteorológica do Mirante de Santana, na Zona Norte da capital paulista, às 9h.




O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, diz que a frente fria se afasta do Litoral Paulista, mas os ventos úmidos que sopram do oceano ainda causam nebulosidade e chuviscos nos próximos dias. A forte massa de ar polar passa a predominar sobre o estado de São Paulo, causando frio intenso principalmente durante as madrugadas.




Segundo o centro, haverá muita nebulosidade neste sábado, com chuvas fracas e chuviscos, que tendem a diminuir no decorrer do dia. A sensação ainda deve ser de muito frio, com temperaturas variando entre mínimas de 8°C e máximas de 14°C.