Uma recém-nascida foi encontrada dentro de uma bolsa por uma equipe da Guarda Municipal de Jundiaí na manhã deste sábado (8). O objeto foi deixado no interior de uma igreja localizada na Vila Arens, para onde os guardas foram acionados por meio do Centro de Operações Táticas (COT).


Quem fez a notificação à GM foi o vigilante, que conta ter fechado a igreja na noite anterior e só notado a presença da bolsa pela manhã. Ao verificar o local, a equipe encontrou a bebê molhada de urina, mas respirando normalmente e sem ferimentos aparentes. Junto com a menina, no entanto, uma carta, escrita à mão, havia sido deixado pela mãe:


“Essa princesa pode ser chamada de Zoe Maria, ela nasceu no dia 31 de julho de 2020 às 6h40 da manhã, e precisa de um lar. Seja lá quem encontre não faça nenhum mal para essa princesa, ajude ela, por favor.

Não me orgulho e nem fico feliz com essa situação, mas creio estar fazendo o melhor para ela, infelizmente não tenho condições alguma para criá-la.

Cuide por favor dessa princesa, e por favor não faça nenhum mal para ela, ela é só um anjo que precisa de um lar. Se você que a encontrou não puder dar ajude ela e a leve para um lugar seguro. Que Deus proteja você.

E minha princesa, que você um dia possa me perdoar, jamais te esquecerei.

Estará todos os dias em meus pensamentos, pra sempre no meu coração e em todas as minhas orações.

Eu te amo, princesa.”

‘Não me orgulho e nem fico feliz com essa situação, mas creio estar fazendo o melhor para ela’, diz carta escrita pela mãe




Em nota, a Guarda Municipal de Jundiaí informa que, “devido à gravidade da situação”, a bebê foi levada imediatamente ao Hospital Universitário (HU), “onde foi devidamente acolhida e passa bem”. Ainda segundo a GM, o Conselho Tutelar foi acionado.

Bebê foi encaminhada ao Hospital Universitário (HU); Conselho Tutelar foi acionado