Uma cena linda de se ver em tempos difíceis. Aos sete anos, Beatriz Cattini, que tem síndrome de Down, ficou sem os pais durante 20 dias por conta da Covid-19. Graziela e João Cattini foram diagnosticados com a doença e tiveram que se isolar, deixando a menina aos cuidados da avó, dona Leonila, que já havia se curado da doença.




Depois da confirmação sobre a alta dos pais, eles organizaram uma surpresa para encontrar a filha, na casa da mãe de Graziela.

Quando viu os pais, Beatriz sorriu mas mostrou obedecer às regras de distanciamento social. “Quem você vai abraçar primeiro?”, perguntou o pai. “Não pode, o Coronavírus!”, ela respondeu, hesitante. “A gente fez exame, a gente não tem mais Coronavírus!”, explica a mãe. A menina ainda fica desconfiada, mas é rapidamente convencida de que o perigo há havia passado. “Eu estou com muita saudade de vocês dois!”, diz a garota.

O reencontro aconteceu na casa da avó de Beatriz, em Goiânia. “Ela só me abraçou realmente quando ela teve certeza que ela realmente poderia me abraçar”, contou Graziela. “Eu resolvi filmar esse momento e apareceu essa espontaneidade toda, demonstrando o respeito que a Beatriz tem por essa doença e pelo próximo, no sentido de manter o distanciamento”, afirmou o pai, orgulhoso. Confira o reeencontro aqui.

(Fonte: Hypeness/Foto: Reprodução)