Oscar Olivares é um venezuelano de 23 anos que usa a arte como forma de reciclar produtos plásticos e demonstrar a importância das causas ambientais. Por meio de uma coleta de garrafas de plásticos, o artista conseguiu juntar 200 mil tampinhas e construiu um mural de 45 metros de comprimento e altura que varia de 3 a 7 metros, no bairro El Hatillo, em Caracas, na Venezuela.




A intenção era de que as pessoas também se conscientizassem por questões ambientais

Hoje, o mural ecológico de Oscar que levou 3 meses para ser concluído, é um dos maiores de toda a América do Sul e vem sendo um grande exemplo para reconstrução urbana de diversas regiões degradadas de Caracas. O jovem também contou com a ajuda de voluntários do Movimento de Arquitetura para o Futuro e da ONG Okospiri. A intenção era que, durante a construção, as pessoas envolvidas também se conscientizassem por questões de ecologia, proteção ambiental e importância da reciclagem.

“A parte mais estimulante é o que está por trás do mural, é a sua preparação. Em particular, a coleção das tampas das cores necessárias, principalmente as amarelas, que foram feitas por muitas pessoas que colaboraram. Isso não é arte feita por um artista, mas arte feita por pessoas comuns”, comentou Oscar

Os tons amarelados e outros detalhes do trabalho de Oscar vieram de um estilo inspirado em Van Gogh. Ele usou girassóis, elementos da da cultura local , como papagaios coloridos e a cidade de Caracas retratada à noite com todas as suas luzes. Em outra parte do mural, Oscar pintou dois OVNIs, representando a conexão entre homem e espaço,




(Fonte: Razões Para Acreditar/Foto: Reprodução)