Não é novidade dizer que o abraço é um costume tipicamente brasileiro e diante da pandemia causada pelo Coronavírus, pessoas ao redor do mundo precisaram se adaptar às diversas mudanças, incluindo esse hábito.

Pensando nisso, um lar de idosos de Gravataí, no Rio Grande de Sul, tornou possível que os residentes pudessem abraçar e matar a saudade dos parentes, por meio do Túnel do Abraço.

De acordo com a coordenadora do local, Luciana Brito, a inspiração veio de um vídeo publicado nas redes sociais, onde uma mulher criou a cortina de plástico para abraçar a sua mãe, nos Estados Unidos. Hoje, o residencial conta com 28 idosos que estão em isolamento desde o dia 17 de março e o contato com a família é feito apenas por videochamada.

O túnel não precisou de muito incremento. Luciana preparou tudo com uma grande folha de plástico. Em alturas medianas, considerando a estatura dos idosos da casa, ela fez quatro círculos e os cobriu também de plástico. O local serve para a entrada dos braços.

Ao liberar a notícia, os parentes logo quiseram ir até o local, mas as visitas precisam ser agendadas para evitar aglomeração na casa. “Se alguém por aí gerencia uma casa geriátrica, eu recomendo que façam isso”, disse. “É tão gratificante vê-los se abraçando e tão importante”, comenta Luciana.

(Fonte: Razões Para Acreditar/Foto: Reprodução)